Infraestrutura e Laboratórios

COORDENAÇÃO

A coordenação do PPGCTIA está localizada nas dependências do prédio Projeto Sanidade Animal (PSA), que é um anexo do Instituto de Veterinária da UFRRJ (Coordenadas -22.760006º, -43.678844º).

Tem um computador notebook, um desktop com impressora laser, wi-fi e um outro desktop para eventualmente algum discente acessar as teses já defendidas. A sala da coordenação está conectada em rede de alta velocidade da universidade. Anexo à sala da coordenação tem uma sala com capacidade para 25 alunos dedicada ao PPGCTIA, equipada com dois aparelhos de ar-condicionado, rede wi-fi, com a disponibilidade de projetor de multimídia e equipamentos para a realização de videoconferência. Esta sala tem sido utilizada para defesas de tese e exames de qualificação e aulas do PPGCTIA, sendo algumas dessas atividades por videoconferência.

Além disso, as instalações localizadas no prédio onde se encontra a coordenação (PSA) compreendem além dos laboratórios um anfiteatro, equipado com sistema multimídia, com equipamentos de audiovisual (projetores).

LABORATÓRIOS

Os recursos disponíveis ao PPGCTIA para pesquisa na UFRRJ, na Embrapa Agrobiologia e na Embrapa e na Embrapa Agroindústria de Alimentos estão distribuídos, em função das Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa, em 4 setores / unidades administrativas da UFRRJ e em laboratórios multiusuários na IFES e na Embrapa. A seguir, são relacionados e identificados os principais equipamentos e laboratórios:

1) Área de Agrobiologia

O desenvolvimento dos trabalhos de tese na área de Agrobiologia tem como suporte o Laboratório de Fauna do Solo na Embrapa Agrobiologia em Seropédica (RJ) e as instalações da Embrapa em Friburgo, região serrana do Estado do Rio de Janeiro, onde projetos de pesquisa e de desenvolvimento de tecnologia são apoiados pela Prefeitura do Município e em áreas de agricultores familiares e sistemas de agricultura orgânica. Outros laboratórios da Embrapa Agrobiologia também oferecem apoio aos projetos de pesquisa nesta área como os laboratórios de pesquisa em Biologia Molecular.

Como instalações de uso comum destaca-se ainda a área de pesquisa do Sistema Integrado de Produção Agroecológica” (S.I.P.A.) (Convênio: UFRRJ – EMBRAPA – PESAGRO-RIO). O Sistema Integrado de Pesquisa em Produção Agroecológica (S.I.P.A.), conhecido como “Fazendinha Agroecológica km 47”, foi implantado em 1993 através de parceria entre a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, EMBRAPA (EMBRAPA Agrobiologia/EMBRAPA Solos) e PESAGRO – RIO. Trata-se de uma área de 60 hectares, situada na Baixada Fluminense, onde são realizadas pesquisas de campo em agroecologia, dentro de um sistema multidiversificado, enfatizando a integração lavoura-pecuária. A Fazendinha oferece oportunidades de treinamento e capacitação para estudantes de todos os níveis, profissionais das Ciências Agrárias e agricultores. Anualmente, recebe mais de mil visitantes, em “dias de campo” organizados. Destaque-se as muitas dissertações e teses de pós-graduação, dentre defendidas e em andamento, conduzidas no sistema orgânico de produção.

2) Área de Recursos Naturais e Proteção Ambiental

Os Laboratórios de Gênese e Classificação de Solos e de Química / Poluição de Solos, que dão suporte a linha de pesquisa em Processos de Degradação e Indicadores Ambientais, estão localizados no Departamento de Solos, Instituto de Agronomia, UFRRJ.

Os laboratórios citados dispõem dos seguintes equipamentos principais: a) Estufas, placa aquecedora, muflas, banho Maria; b) Centrífugas e ultracentrífuga; aparelho de Yooder; c) pHmetro, colorimetro, condutivímetro; d) Balanças digital, técnica e analítica; e) Geladeira, freezer; destilador de água; capelas; f) Agitador magnético, agitador vertical, horizontal e de copos; h) Lupas, microscópios; j) Espectrofotômetro de absorção atômica, fotômetro de chama.

Além destes equipamentos, o Departamento de Solos possui um espectrofotômetro de absorção atômica para determinação de multi-elementos, modelo SpectrAA 55B, com ótica em feixe duplo; um analisador elementar CHN TruSpec Carbon, Hydrogen, Nitrogen Elemental, marca LECO, adquirido através da FAPERJ – Edital Pensa-Rio para infra-estrutura de pesquisa, e foi adquirido em 2012 equipamento de emissão atômica por plasma induzido – ICP (“inductive conductive plasma”) para análises com maior precisão de elementos traços, com financiamento CAPES/FAPERJ. Todos os equipamentos são multi-usuários.

Todos os laboratórios de pesquisa possuem computadores que estão interligados através da internet e da rede local. Na área externa ao Departamento de Solos estão disponíveis, para os trabalhos de pesquisa dos docentes e discentes, quatro (04) casas de vegetação, com níveis diversos de controle ambiental, sala de preparo de amostras de solo e planta, sala para coleta de fauna em amostras do solo, sala para armazenamento de amostras de solo, e área experimental de campo protegida. Além destes laboratórios o Departamento de Solos conta ainda com uma Câmara de Crescimento, com ambiente completamente controlado, para estudos envolvendo fisiologia e resposta de plantas em função de estresses induzidos por nutrientes ou elementos tóxicos.

O Laboratório de Monitoramento Ambiental – Água e Efluentes, no Departamento de Engenharia da UFRRJ, possui área de 65 m2 e está equipado para pesquisas sobre qualidade de água e efluentes agroindustriais. O laboratório possui os seguintes equipamentos: computador, destilador, pHmetro, balança analítica de precisão, condutivímetro, turbidímetro, estufa de secagem 1050C, estufa de ventilação forçada 600C, ultrafreezer, geladeira 280 L, BODtrak II (DBO), reator DRB 200, espectrofotômetro DR 3900, incubadora bacteriológica, mantas aquecedoras, aquecedores elétricos, bomba a vácuo, capela, jartest, entre outros itens.

O Laboratório de Sensoriamento Remoto, no Departamento de Engenharia da UFRRJ, possui uma área de 36 m2, está equipado para realizar estudos e pesquisas na área de sensoriamento remoto. O laboratório possui os seguintes equipamentos: 16 computadores equipados com tela plana e software licenciado do PCI Geomática, AUTOCAD MAP e DataGeosys, além de softwares de geoprocessamento gratuitos, como o SPRING e o QGIS, dentre outros.

O Laboratório de Estatística, Computação e Matemática Aplicada – LESCMA, também dispõe de equipamentos de computação e programas adequados ao desenvolvimento de pesquisas dos alunos na linha de pesquisa em Agromatemática, estando vinculado ao Departamento de Matemática e ao Instituto de Ciências Exatas. Em 2012, foi adquirida Estação de trabalho – servidor com a configuração processadores Intel Xeon 6-core X5650 2.66/ 12 MB/ 6.4 GT.

Em 2017 foi instalado o laboratório de espectrorradiometria. Este laboratório consiste de um espectrorradiômetro que foi adquirido através de um projeto FINEP instalado em uma sala apropriada para a realização de medidas espectrais. Este equipamento é utilizado a para realização de estudos das propriedades espectrais de materiais e de alvos de sensoriamento remoto. Inicialmente está sendo utilizado para o projeto do discente Yuri Andrei Gelsleichter, cujo projeto de tese consiste na identificação e quantificação de matéria orgânica em solos do Parque Nacional de Itatiaia. Este equipamento multiusuário e tem a capacidade de ser utilizado tanto em ambiente de laboratório como em campo, para realização de medidas espectrais. Este inclui como acessório uma esfera integradora que permite o estudo de propriedades espectrais em folhas plantas e outros materiais.

Também em 2017 foi instalado um servidor de dados para o projeto de pesquisa do discente Wagner Dias de Souza, que o administra a partir de uma workstation dedicada a este projeto. Esses dois equipamentos foram também adquiridos através do projeto FINEP e estarão dedicados aos projetos do PPGCTIA.

3) Área de Patobiologia Animal

Os Laboratórios de Imunologia e Virologia, Micotoxicologia e Ficotoxinas, e outros abaixo listados, darão suporte a linha de pesquisa em Saúde e Doença em Animais. As instalações estão localizadas em dois setores: no Projeto Sanidade Animal (PSA) da UFRRJ, junto à Coordenação do programa e no Instituto de Veterinária, junto ao Depto de Microbiologia e Imunologia Veterinária.

Os Laboratórios de Coccídios e Coccidioses, Microbiologia e Imunologia, Micologia e Micotoxicologia, Resíduos de Medicamentos Veterinários estão equipados para as rotinas básicas e dispõem de condições para o desenvolvimento de técnicas voltadas para biologia molecular e cultura de tecidos. Ligado a este há um infectório com capacidade para a realização de ensaios biológicos com as espécies animais tipicamente de experimentação.

O Laboratório de Micotoxicologia opera com três cromatógrafos a líquido e um a gás, possibilitando pesquisas com micotoxinas, ficotoxinas e outros compostos de interesse. Associado a este há o Laboratório de Micologia e de Antimicrobianos Naturais.

Nos Laboratórios de Coccídios e Coccidioses além da rotina básica funcionam: o setor de cultura de tecidos, o setor de histopatologia e o de eletroforese. Neste laboratório estão alocadas duas centrífugas refrigeradas, que estão disponíveis para os usuários dos demais laboratórios.

Todos estes laboratórios estão localizados no prédio do antigo Instituto de Biologia Animal, ocupando uma área construída de 4500 m2 de laboratórios. Há ainda um auditório para 80 lugares equipado com equipamentos multimídia e uma biblioteca setorizada em periódicos sobre Saúde e enfermidades animais.

Estão ainda situados no Instituto de Veterinária, o Laboratório de Bacteriologia, o Laboratório de Leveduras Patogênicas e Ambientais, o Laboratório de Viroses Veterinárias e o de Imunologia. Estes laboratórios estão equipados com material mínimo como cabine de segurança biológica, estufas de temperatura controlada, banhos termostatizados, centrífugas, BOD, potenciômetros, gás, microscópios ópticos e materiais básicos relacionados à infra-estrutura de funcionamento como freezer, geladeiras, etc. Em 2013 foi adquirido um Sistema de Citometria de fluxo completo, para o Departamento de Microbiologia e Imunologia Veterinária e em 2013, um Analisador de Eletrólitos, para o Departamento de Parasitologia, ambos no Instituto de Veterinária e Equipamentos multiusuários.

Laboratórios no Instituto de Veterinária foram recentemente reformados. Esses estão equipados com monitores de TV e microscópios acoplados a câmeras de vídeo, o que facilita a visualização conjunta de detalhes microscópicos nas aulas práticas. Estão disponíveis, também, aparelhos de TV acoplados a dois aparelhos de vídeo, sistema de multimídia (datashow), para auxílio nas atividades didáticas.

As instalações localizadas no PSA compreendem, além dos laboratórios de Micologia, Micotoxicologia e de Coccídeos e Coccidioses, um anfiteatro, equipado com sistema multimídia, com equipamentos de audiovisual (projetores).

Em um dos laboratórios de aulas práticas está disponível um sistema integrado de microscopia e TV, além de microscópios óticos. Em ambos os setores existem laboratórios para preparo e esterilização de materiais e meios de cultivo, equipados com destiladores, fornos e autoclaves.

Os laboratórios que envolvem a linha de Pesquisa de Produtos Naturais e Sintéticos estão devidamente equipados (por exemplo, rotaevaporadores, placas de aquecimento com agitação magnética, agitadores mecânicos, aparelho de ponto de fusão, vidrarias, reagentes e solventes) para o isolamento, purificação e síntese. São 4 laboratórios no Departamento de Química, que também são utilizados pelo Programa de Pós-graduação em Química, já instalados e com equipamentos multiusuários necessários para a caracterização de substâncias orgânicas de origem natural ou sintética. Os principais equipamentos são:

a) Espectrômetro de Ressonância Magnética Nuclear (RMN, 400Mhz),

b) Espectrofotômetro de ultravioleta e visível (2),

c) Cromatógrafo líquido de alta eficiência (2),

d) Espectrômetro de massas acoplado a cromatógrafo a gás (CG-MS),

e) Autoclaves,

f) Cromatógrafo a gás,

g) Potenciömetro acoplado a sistema para titulação automática,

h) Condutivímetro e Fluorímetro,

j) Leitora de microplacas tipo Elisa,

k) Transiluminador,

l) Equipamento para eletroforese vertical e horizontal, entre outros de pequeno porte.

m) Detector de fluorescência modelo RF-20ª com: lâmpada de Xenônio de 150W; faixa de 200-650nm (adquirido em 2012)

4) Área de Políticas Públicas Comparadas

O desenvolvimento dos trabalhos de tese na área de Políticas Públicas Comparadas tem como suporte laboratórios de ensino e pesquisa nos Institutos de Educação e de Ciências Humanas e Sociais, com espaços para utilização pelos discentes, salas de professores e acervo bibliográfico (especificado no item sobre Biblioteca).

RECURSOS DE INFORMÁTICA

Nos Departamentos onde os professores do PPGCTIA estão alocados, estão disponíveis para os mesmos, salas de aula e equipamentos de projeção, além de laboratórios especializados para as pesquisas nas linhas de: Agromatemática e Sensores Remotos e Geoprocessamento Aplicado; com computadores e programas de computação modernos.

Nos laboratórios de pesquisa estão disponíveis computadores para uso dos alunos em suas pesquisas. Ainda, nas salas de informática dos Departamentos da UFRRJ e na Embrapa, os alunos do PPGCTIA têm acesso a páginas Web na Internet para busca de bibliografias, informações e, em especial, periódicos disponibilizados pelo Portal da CAPES. Também, através de cadastro no setor de informática da UFRRJ, o mesmo acesso é permitido nos computadores de uso pessoal dos estudantes, facilitando a pesquisa em qualquer local e na residência. A Biblioteca Central também dispõe de computadores para acesso ao Pergamum e para as pesquisas do acervo local e online no Portal de Periódicos da CAPES.

O servidor de dados dedicado para um projeto do PPGCTIA (Servidor Biprocessado Xeon E5-2640V4 HT, Modelo Cottonwood Pass V4, Dois Processadores Intel® Xeon® E5-2640V4, 10-Core @ 2.40 GHz com HT , Cache 25MB/CPU), que fora adquirido com recursos da FINEP tem sido utilizado para hospedar bancos de dados relacionados ao PPGCTIA. Como exemplos pode-se citar as avaliações anuais dos projetos dos discentes, além das páginas do SLACTIA e dados de alunos.

Tem também uma estação de trabalho adquirida com projeto FINEP (Workstation Xeon E3-1270V6 HT, Modelo Deer Flat, Processador Intel® Xeon® E3-1270V6, 4-Core @ 3.80 GHz com HT, Cache 8MB) que foi utilizada em um projeto específico e que tem sido utilizada para executar tarefas de docentes do PPGCTIA que demandam alta capacidade computacional, principalmente na área de genética.

BIBLIOTECA CENTRAL

A Biblioteca Central está instalada em um novo prédio, mais amplo, climatizado, com novos espaços para os acervos e para os usuários, permitindo melhor atendimento a toda a comunidade acadêmica e da região.
Espaço físico:
A Biblioteca Central é constituída por dois Blocos, de dois andares, numa área total de 5.960 m2.

Software Pergamum

Sistema Integrado de Bibliotecas, que tem por finalidade melhorar a qualidade global de serviços dos usuários, promover a cooperação no tratamento da informação e o compartilhamento de recursos de informação. Permite o gerenciamento de todas as atividades desenvolvidas na Biblioteca, gerando relatórios e dados estatísticos.

Serviços oferecidos: ficha catalográfica online, comutação bibliográfica, orientação ao usuário, dentre outros.

BIBLIOTECAS SETORIALS

Localizada no PSA encontra-se Biblioteca Setorial que atende aos Programas de Pós-graduação em Ciências Veterinárias e Medicina Veterinária e ao PPGCTIA. No Departamento de Solos, os alunos do PPGCTIA têm a sua disposição Biblioteca Setorial que atende aos alunos do Programa de Pós-graduação em Agronomia – Ciência do Solo, com conteúdo relevante para a área de Recursos Naturais.

A área de Políticas Públicas, além da Biblioteca Central, conta com o Centro de Documentação Ivan Otero Ribeiro, especializado em Ciências Sociais aplicadas à agricultura e associado ao Programa em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade – CPDA, sendo localizado em instalações da UFRRJ no Centro do Rio de Janeiro.

INFRAESTRUTURA NA UNRC

Localizada no PSA encontra-se Biblioteca Setorial que atende aos Programas de Pós-graduação em Ciências Veterinárias e Medicina Veterinária e ao PPGCTIA. No Departamento de Solos, os alunos do PPGCTIA têm a sua disposição Biblioteca Setorial que atende aos alunos do Programa de Pós-graduação em Agronomia – Ciência do Solo, com conteúdo relevante para a área de Recursos Naturais.

A área de Políticas Públicas, além da Biblioteca Central, conta com o Centro de Documentação Ivan Otero Ribeiro, especializado em Ciências Sociais aplicadas à agricultura e associado ao Programa em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade – CPDA, sendo localizado em instalações da UFRRJ no Centro do Rio de Janeiro.

A Universidade Nacional de Río Cuarto (UNRC) na Argentina tem como missão atender demandas de ensino, pesquisa e extensão em âmbito nacional e de modo especial da região de Rio de Cuarto. Foi criada em 1º de maio de 1971 por Ordenação do Poder Executivo Nacional da Argentina, dentro de um programa de adequação do ensino universitário, para atender as necessidades do desenvolvimento do país e, também, como resposta a um movimento social regional forte, permitindo a conquista cultural na região. A Universidade desenvolve sua ação dentro do regime de autonomia e autarquia que lhe concede a legislação federal.

As atividades acadêmicas e administrativas são centralizadas nas instalações do campus universitário, de 165 hectares, 6 km distantes do centro da cidade e em 1445 hectares de campos de experimentação.

A propriedade do campus fica situada na margem norte do Rio Cuarto, possui mais de 50.000 metros quadrados de construções modernas que abrigam salas de aula, laboratórios e áreas de experimentação, escritórios administrativos funcionais, áreas para estudante e residências educacionais, instalações desportivas e salas de reuniões e atos.

As instalações da UNRC, envolvidas no Projeto de Doutorado Binacional (PPGCTIA), compreendem os laboratórios da Facultad de Ciências Exatas, Físico-Químicas e Naturais (2400 m2), correspondentes aos Departamentos de Biologia Molecular, Ciências Naturais e Microbiologia e Imunologia, e Laboratórios da Facultad de Agronomia. Além de possuir, na região serrana vizinha, setores para criação de animais e hospital de pequenos animais. Os laboratórios contam com as facilidades de equipamentos para realizar as diferentes pesquisas propostas.

Os principais equipamentos disponíveis são: evaporador rotatório (Buchii RE 111); microscópio de luz (Labophot 21) com câmara fotográfica; capelas de fluxo laminar (Labconco classe II); capela extratora de gases; estufas com circulação de ar forçado; estufas de cultivo; centrífugas refrigeradas (Heraues); liofilizador (Labconco); espectrofotómetros UV visível Diode Array 8452 A, (Hewlett Packard); agitador orbital com controle de temperatura (New Brunswick); agitador recíproco; cromatógrafo líquido de alta eficiência com detector de fluorescência e UV acoplado a estação de trabalho (Hewlett Packard); HPLC-MS-MS; balanças analíticas, geladeiras, freezer de -20ºC e -80ºC; moinhos, liquidificador industrial, gabinete de luz UV-visível; termocicladores PCR; transiluminador; fontes de poder e cubas para eletroforese de 300 V; analisador de imagens; sistema BIO-Rad CHEF DR II; destilador de água, máquina para produção de nitrogênio líquido (Phillips); espectrofotômetro FT-IR (Nicholet Impact 400); secador de geis, liofilizador, e câmara de incubação com controle de fotoperíodo, umidade e temperatura. Os laboratórios têm acesso livre à internet e a publicações na Biblioteca.

A estrutura de ensino conta com salas para aulas de pós-graduação em ambas as Faculdades, além de seminários e conferências, com todos os meios audiovisuais necessários. Os laboratórios de docência de Ciências Biológicas, Ciências Químicas, têm auditório para 300 lugares, além de salas de aulas especiais da Faculdade de Agronomia e Veterinária.
 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras